Proteger a casa de respingos é uma das principais medidas de preparação para a pintura. Veja os principais cuidados:

Piso: proteja o chão com papelão ondulado, porque ele absorve a tinta, faz com que ela seque rápido e evita que ela chegue ao revestimento do piso. Não use plástico: alguém pode pisar na tinta úmida que caiu sobre ele e espalhar tinta por toda a casa (e todo mundo pensa que plástico é o melhor, né?)

proteger a casa de respingos, não fazer, pintura

Não use plástico para proteger o piso: os respingos não secam e quem pisa espalha tinta pela casa

  • Espelhos de interruptor e tomada: retire os espelhos e cubra as áreas abertas de fiação com fita adesiva larga
  • Móveis: a melhor opção é tentar guarda-los em caixas. Se não for possível, cubra com papelão e lona para evitar respingos e arranhões.
  • Portas: cubra as dobradiças com vaselina líquida para que a tinta não grude sobre elas. Para proteger as maçanetas, você pode cobri-las com papel alumínio

Rodapés e batentes de porta: cubra com fita crepe larga e aperte a fita contra o rodapé usando uma régua

proteger a casa de respingos, pintura, rodapé

para evitar respingos no rodapé: proteja com fita crepe

Outras dicas para proteger a casa de respingos:

Tinta muito diluída ou do tipo rendimento econômico tendem a gerar mais respingos. Outra coisa importante para proteger a casa de respingos: se for pintar o teto e a parede, comece pelo teto porque respinga e o que cair sobre a parede será coberto pela pintura depois. Garanta que o pintor tenha esses cuidados e que, ao final da pintura, ele se responsabilize por tirar respingos que possam ter ficado por aí.

Pra arrematar: tire uma foto das especificações da lata  e cole atrás dos espelhos de tomada a marca e o tom da tinta que você aplicou na parede. Isso vai ajudar na hora de pintar de novo!