Causa mais comum:

A potência do chuveiro é maior do que a fiação (espessura) aguenta. Para evitar que os  fios  aqueçam  e entrem em curto-circuito  o disjuntor desarma. Na verdade, o disjuntor cai e interrompe a corrente elétrica como um recurso de segurança para evitar super aquecimento, que pode provocar um incêndio. O banho fica frio, mas a casa fica segura.

Outras causas:

Também pode ser que exista mau contato na conexão entre o disjuntor e o fio elétrico do circuito que liga o chuveiro. Ou desarma porque foi usada uma tomada para ligar o chuveiro. A maioria das tomadas é feita para passar  15A de corrente e um chuveiro novo não passa menos que 25A.

Como você poderia evitar:

A melhor coisa seria verificar, antes de comprar, se a potência do chuveiro era compatível com a amperagem do disjuntor. Se você tem um disjuntor de 30A tem que comprar um chuveiro de no máximo 6.600W (30Ax220V= 6.600W). A potência do chuveiro vem descrita pelo fabricante na embalagem. Ou, se você realmente queria um banho mais quente, poderia ter trocado o disjuntor  e a fiação que vai até o chuveiro (maior bitola) . Também é importante ficar bem atento à emenda que se faz para ligar o fio do chuveiro à rede elétrica da casa tem que ficar bem apertada e isolada  com aquele conector, sem usar tomadas . Além de tudo isso, tenha um sistema de aterramento para evitar choques.

Elétrica

Este guia é para quem vai contratar um profissional para fazer instalação elétrica na...