O alicerce ou fundação é a base da construção e tem a função distribuir o peso das paredes, cobertura etc no terreno e manter o conjunto estável e nivelado. É essencial ter uma boa fundação, questão de segurança. Listamos os erros comuns para você evitar e alguns tópicos importantes para não ter problemas estruturais. 

Fundação, erros comuns

Achar que não precisa fazer uma fundação quando terreno é plano ou quando se amplia a casa com mais cômodos.

É sempre necessário fazer uma fundação, mesmo que seja simples e leve (a tal “fundação rasa”). Também é preciso fazer mais fundação se você quiser ampliar cômodos, ocupando mais área do terreno, mesmo que já exista fundação pra casa que já está construída.

Fazer uma fundação igual à do vizinho ou de um amigo, sem avaliar as particularidades do seu terreno e do seu projeto.

O que serviu para seu amigo não é necessariamente correto para você. Mesmo que a casa do vizinho seja perto, o solo do seu terreno pode ser diferente e a sua casa pode ter tamanho e altura diferentes. Muda tudo.

Não avaliar o tipo do solo em baixo da futura casa ou fazer uma fundação mais simples e barata, inadequada para solos instáveis.

Se o solo embaixo da casa tiver camadas instáveis (como água, areia, solo mole) e você fizer uma fundação rasa, a movimentação do solo é suficiente para estragar a casa inteira. Para se proteger disso, deveria ser usada uma fundação mais profunda. Em geral, o custo adicional disso não é muito grande, mas o prejuízo por fazer errado pode ser gigante.

Não impermeabilizar a fundação antes de subir parede.

Mesmo que a casa esteja numa região quente e seca, sempre há umidade subindo do solo. Impermeabilizar durante a obra é mais fácil do que ter que resolver problema depois – e não é caro.

Fazer uma fundação leve se no futuro você pretende ampliar a casa pra cima, fazendo um segundo ou terceiro andar.

Ao fazer uma fundação é preciso considerar bem o tamanho que a casa pode ter no futuro, já pensando nas possíveis ampliações com andares novos. Se você sabe que em alguns anos vai querer transformar sua casa num sobrado ou construir um andar a mais pro seu filho, por exemplo, o alicerce que vai ser feito agora já precisa considerar o peso que ele poderá aguentar no futuro, quando a casa subir mais um andar. A diferença no custo agora seria muito pequena, mas consertar  ou reforçar a estrutura no futuro será difícil e caro.

Construir em cima do barranco, sem tomar providências adicionais

Casas em terrenos acidentados tem maior risco de deslizamento. Por isso, preste atenção em como a água provavelmente vai descer o morro quando casa estiver construída. Você também pode fazer casa “suspensa”, construindo sobre pilotis. Neste caso, a casa não impede o trajeto da água e  ela desce o morro pelo mesmo trecho do terreno. Outra opção é  construir uma parede para conter a terra (o tal muro de arrimo) e, neste caso, é preciso planejar bem a drenagem de água.

Outros pepinos …

Fundação mal feita! Será que a casa vai cair?

Causa mais comum: a casa deve ter sido construída sobre solo instável e a fundação não é apropriada para ele. Os principais sinais de fundação mal feita são: as portas e janelas saem do alinhamento e é difícil de fechar, o piso fica  inclinado, aparecem rachaduras entre piso e parede ou entre piso e teto e surgem nas paredes grandes rachaduras inclinadas,com padrão regular, que vão ficando cada vez maiores.

Pode ser também: que a mistura do concreto usado na fundação tenha ficado com menos resistência do que precisava (provavelmente tinha muita água na massa ou não cobriu direito a armadura).

Como você poderia ter evitado:Você poderia ter pedido a análise de solo a um engenheiro para saber qual a fundação adequada para seu terreno e poderia ter se certificado sobre a qualidade do concreto que foi usado. Mas, agora, corre pra resolver! Chama um engenheiro e avisa a defesa civil da sua cidade.

Deslizamento no terreno de casa

deslizamento

Causa mais comum: Construiu em terreno inclinado ou de encosta sem pensar nas estruturas de contenção e deixou a terra exposta. Aí, quando chove, a chuva provoca deslizamento.

Pode ser também:  que sua obra tenha estruturas de contenção, como taludes ou muros de arrimos, mas elas foram mal projetadas ou mal executadas  e a estrutura está cedendo.

Como você poderia ter evitado: Avaliando bem o terreno antes de implantar a casa e verificando como evitar que o morro ficasse exposto. Quando for remover ou colocar terra  (cortes e aterros)  é preciso construir contenções adequadas: taludes e muros de arrimo com sistema de drenagem. Se você já construiu e está tendo problemas, chame um engenheiro ou a defesa civil. Os deslizamentos são graves. Faça uma checagem rápida do tamanho do seu problema!

 

Quando construir um muro de arrimo?

Muro de arrimo é uma estrutura de segurança que se faz para conter deslizamentos em terrenos muito inclinados. Ele  tem a tarefa de segurar a terra de cortes e encostas de morros, dando estabilidade ao lote. Esse muro de contenção  tem o objetivo de proteger, apoiar ou escorar áreas que apresentam riscos de desmoronamento. É uma estrutura cara, mas quando bem feita, garante a segurança e a estabilidade da construção e assegura o bem estar da família.

muro de arrimo

Quando fazer um muro de arrimo?

Muro de arrimo geralmente é necessário em terrenos que apresentam alguma inclinação (aclive ou declive). Nesse caso, para ocupar o terreno com alguma construção é preciso fazer cortes ou aterros para que se consiga uma superfície plana (chamada de platô), sem inclinações. O encontro entre a área plana criada que foi aterrada ou cortada e o perfil natural do terreno deve ser tratado.

Quando há espaço de sobra no terreno, podemos utilizar os taludes para fazer esta acomodação, criando uma espécie de rampa para ligar os níveis.

talude

Mas quando não existe sobra de espaço se forma uma espécie de degrau entre o perfil natural do terreno e a área plana. É ai que entra o muro de contenção ou arrimo,  para segurar a terra da parte mais alta, impedindo que o solo retido na área mais alta deslize sobre a área mais baixa.

Os muros de arrimo seguram uma grande quantidade de terra que fica ainda mais pesada quando chove. O cálculo estrutural deve levar em conta a carga adicional da água e os muros devem ter um sistema de drenagem para escoar a água. E a superfície que fica aparente no lote ou dentro de casa deve ser impermeabilizada para que a água não atravesse a superfície.

Pode-se  também ser construído  um muro de arrimo com parede dupla – ou seja, um muro de arrimo impermeabilizado e uma parede comum à sua frente, separados por um espaço de ar, mas é uma solução mais cara principalmente para casas pequenas.

Que materiais se utiliza pra fazer muro de arrimo?

Os muros de arrimo podem ser de blocos estruturais de concreto ou de cerâmica, estruturas de concreto, estrutura mistas de perfis metálicos e concreto, de pedra e cimento, com gabiões de pedra (gaiolas formadas por redes de aço zincado preenchidas com pedras) ou mesmo de solo-cimento.

Em muros de arrimo feitos de pedra, o próprio peso da pedra é suficiente para conter a carga da terra, mas é mais barato executar esses muros com uma estrutura de blocos, preenchidos com concreto e ferragem de armadura. Outras opções como cortinas de concreto ou os perfis metálicos são mais utilizados em obras de contenção em construções maiores. Além disso, os muros de arrimo podem ser feitos de várias maneiras: inclinados, em patamares ou ainda aliados à vegetação.

Os muros de arrimo ou de contenção são obras complexas e exigem projetos e cálculos específicos, além de acompanhamento técnico e mão de obra qualificada para a execução para garantir que a estrutura não rompa. Consulte um engenheiro ou arquiteto!

Área de risco: como saber se sua casa está em uma delas?

O Instituto de Pesquisas Tecnológicas da USP (IPT) produziu um vídeo com a Defesa Civil de Mauá, explicando o que é uma área de risco.

Para determinar se uma área é de risco, o vídeo orienta que ao menos dois fatores devem ser levados em conta: o meio físico ou geológico, que envolve a questão do solo e do relevo, com atenção para a inclinação das encostas, e o tipo de ocupação feita no lugar, já que moradias de baixo padrão construtivo são mais vulneráveis a escorregamentos de terra.

Veja se o terreno em que você quer construir a sua casa tem alguma dessas características e saiba quais são as formas de construir para ter mais segurança.

 

Pintura, mão de obra

Pintura, mão de obra Quem vai cuidar da sua pintura é o pintor. Não deixe de entrevistá-lo ou...