Elétrica, mão de obra

Quem vai cuidar das instalações elétricas é o eletricista. Não deixe de entrevistá-lo ou entrevistar o empreiteiro responsável antes de contratar e iniciar a obra.

Além da entrevista, combine antes de começar como deve ser a entrega final para você aceitar o trabalho e qual será a sua participação nos momentos críticos da obra. Sempre que possível exija garantia!

A entrevista não é uma prova para testar o profissional; é mais uma conversa para ver se vocês se entendem para fazer sua reforma juntos. Se não houver entendimento antes, imagina o que vai acontecer durante a obra!

 

O QUE PERGUNTAR

  • O que exatamente ele vai fazer na sua casa – quais serviços e quais materiais e ferramentas ele vai precisar de você?
  • Quantos circuitos ele acha necessário a montar?
  • Como ele costuma trabalhar com cabos elétricos – ele se preocupa com cores de dos fios e as grossuras (bitolas) diferentes?
  • Que tipo de caixa de distribuição ele vai instalar na sua casa? Com disjuntores ou fusíveis?
  • O que está incluindo no orçamento dele e como ele vai cobrar?
  • Ele vai testar as instalações?
  • Ele pode passar algumas referências dos serviços recentes que ele fez?

DESCONFIAR E EVITAR DE CONTRATAR SE…

  • Ele não olhou como estão as instalações elétricas atuais ou não soube explicar direito o que ia fazer e quais materiais ia precisar.
  • Ele pretende fazer um circuito só (com um disjuntor).
  • Ele acha bobagem respeitar o padrão de cores dos fios e acha mais fácil comprar tudo de uma cor só e da mesma grossura.
  • E nem pensar em contratar se ele não sabe mexer com quadro de distribuição feito de disjuntores e preferir o de fusíveis (em quedas de energia, disjuntores apenas desarmam; quadro de fusíveis pode sofrer um curto-circuito e começar um incêndio)
  • Ele não acha necessário comprar material certificado.
  • Ele não acha que precisa testar as instalações porque o trabalho dele é sempre nota 10.
  • Ele insiste em receber todo o pagamento logo no início.
  • E, claro, se ele tiver referências ruins.

COMBINADO PRÉVIO ANTES DE COMEÇAR

  • Como deve ficar o trabalho final para você aprovar e fazer o pagamento para eletricista. Combine que, caso tiver problemas com um dos pontos embaixo, o eletricista deverá consertar e/ou refazer o trabalho para aprovação final:
      • cada disjuntor há uma indicação de que circuito ele atende (ex. chuveiro, tomadas da sala, lâmpadas, ect);
      • todos os interruptores, as lâmpadas e as tomadas funcionam e não há nenhum componente danificado;
      • os disjuntores funcionam bem (você vai ligar e desligar pra ver se a corrente elétrica é interrompida);
      • os circuitos de tomadas e iluminação devem ser separados. Você vai testar isso ligando algum aparelho elétrico na tomada com as lâmpadas acesas e verificar se a luz das lâmpadas ficou mais fraco.
  • Durante a obra, você precisa aprovar antes dele continuar:
      • O quadro de distribuição de energia montado, antes dele passar os fios
      • Todos os locais e quantidade de pontos para lâmpadas
      • Todos os locais, quantidade e altura de pontos para tomadas
  • Como e quanto você vai pagar. Geralmente o valor do serviço para instalação elétrica é feito por ponto de instalação. Prefira o contrato por preço total dos serviços – assim, terá um controle maior sobre os gastos com mão de obra.

Guia Elétrica

Não dá mais pra passar fio pelo conduíte

Causa mais comum: Se não dá mais pra passar fio pelo conduíte, ele deve estar cheio...