Reformar dá sempre um frio na barriga. Em vez de se perguntar o que vai ser melhor, as pessoas logo começam a pensar o que vai dar errado. E encaram a reforma, meio sem saber direito o que fazer. E dá nisso: pra maioria das pessoas, as experiências mais marcantes são as coisas ruins que acontecem porque a gente não sabe como assumir o controle da reforma e fica vendido, acreditando em quem parece entender um pouco mais que a gente.

www.100pepinos.com.br
 

Top 5 – Demora e atraso

Uma das maiores queixas de quem reformou é que demora mais do que o previsto. Se era pra durar um mês vira dois. Isso acontece porque não houve planejamento, porque prometeram o serviço em menos tempo que ele realmente poderia ser feito, porque a mão de obra sumiu, porque o material não chegou, porque foi preciso refazer. Foi assim com você?

Top 4  – Mão de obra trabalhando com baixa qualidade

mão de obra baixa qualidade

O pedreiro pareceu trabalhar bem, o encanador sabia tudo de encanamento e o eletricista nunca tomou um choque na vida. Eles falaram com você em ‘obrês’ e você achou que dava pra confiar. Além disso, você sabia como queria que ficasse no final e disse pra ele. Mas, afinal, pra que mesmo a gente deve olhar enquanto a obra está acontecendo pra te certeza de que tudo está indo bem?

Top 3  –  Gastar muito mais do que imaginou

Os gastos extras acontecem porque algo deu errado e você precisou comprar material de novo, contratar mais gente, resolver pepino. Ou gastou mais porque se empolgou e no meio da reforma decidiu fazer mais uma coisinha, comprar uma peça (uma pecinha só) mais cara, aproveitou que o pintor esta lá e pediu pra, colocar um sifão novo na pia, trocar a cor de uma parede do quarto, quebrar uma parede, trocar todo o piso, fazer um quarto novo, nada demais… O céu é o limite. Cuidado.

Top 2  – Descobrir os problemas que ficaram escondidos só depois que a reforma acabou

A poeira acabou, não tem mais ninguém de fora na sua casa, tudo parece estar bem feito. Você tá feliz porque o piso até ficou com caída pro ralo, a pintura combinou com o sofá e as tomadas ficaram retinhas na parede. Fez até um open house pra comemorar! Mas duas semanas depois apareceu uma mancha na parede, deu curto e queimou a TV e o piso começou a trincar. E agora o pedreiro tá bem longe.

Top 1  – O dia em que a reforma realmente acabou!

desenho do piso

Ufa! A casa voltou a ser sua! Depois de todas as experiências marcantes ruins, você decidiu ter certeza de cada passo e acompanhou melhor cada decisão da obra. Se informou sobre o processo, acompanhou melhor os momentos críticos da obra, conversou mais com o pedreiro, mesmo se você já tivesse um arquiteto desde o começo.

E o que isso tudo quer dizer? Assuma o controle e troque as lembranças ruins pela experiência de uma obra de qualidade.

Quer saber mais? Acesse nossas dicas e guias e evite problemas, conhecendo alguns pepinos bem comuns em reformas.

Veja ideias para usar o 13º e resolver pequenos pepinos da sua casa

Dinheiro na mão não precisa ser sinônimo de vendaval. Listamos ideias de como você...