Guias anti-pepinos

 
Guia

Fundação

 

Este guia é para quem vai contratar um profissional para fazer a fundação na sua casa e quer controlar melhor a qualidade da obra. Aqui você encontra as informações essenciais para ter noção do processo e dos erros comuns, escolher melhor material e mão de obra, e aparecer na obra na hora certa sabendo para o que olhar.

Antes de tudo, não existe a dúvida “fazer ou não fazer uma fundação?”. A resposta é sempre “precisa fazer, sim!”. O alicerce (fundação) é uma das partes mais importantes da casa que suporta o peso de toda construção e a mantém firme e nivelada. Se não for planejada e construída para aguentar a carga certa, pode estragar a casa inteira e causar problemas graves como trincas e até desabamento.

Antes do inicio da fundação deve ser feita uma marcação no seu terreno indicando todas as paredes, internas e externas. Verifique essa marcação antes de liberar a obra.

Foco na resistência

Resistência da fundação é a principal coisa com que você deve se preocupar. A fundação pouco resistente causará danos à casa inteira; a robusta demais, vai trazer gastos desnecessários. A resistência é definida pelo tipo de fundação, sua profundidade e materiais usados para fazê-la.

Cada casa é um caso

Fique alerta se o pessoal da obra te falar algo como “fazemos fundação de concreto de  1 metro que sempre dá certo” porque está errado. O que você deve ouvir é algo como “para sua casa o certo é uma fundação de tal tipo e de tal profundidade porque o solo é assim e assim”.

O tipo e a profundidade da fundação variam de uma casa para outra e dependem do tipo de solo em baixo da casa, inclinação do terreno, tamanho e andares de casa, etc. Portanto, para decidir os parâmetros da fundação, é preciso ter o apoio de um engenheiro. Mesmo que você não tenha um contratado para obra inteira, faça uma consulta para parte estrutural – vai sair mais barato e seguro no final das contas. Especialmente se o seu terreno é inclinado, é perto de rios e lagos, ou se as casas vizinhas tem trincas ou rachaduras.

Saber como é o solo do seu terreno é crítico

O solo é como uma lasanha formada por varias camadas como argila, areia, pedra etc. Algumas camadas são consideradas “moles” e não se pode apoiar a casa nelas –  é preciso ter certeza de onde começa a camada firme. Uma empresa de sondagem verifica isso fazendo furos profundos no terreno e traçando este perfil, que é usado depois para decidir o tipo e a profundidade da fundação.

Fundação indireta ou direta?

Sua casa pode precisar de uma fundação indireta se o seu terreno é bem inclinado, se tem água por baixo da superfície ou quando o solo firme só está em camadas mais profundas. Esse tipo usa as estacas ou tubulões (um tipo de coluna especial que vai ao fundo do chão) e os equipamentos especiais de escavação para finca-las. É mais robusto, mas é mais caro.

Se o solo é plano e já é firme perto da superfície, você pode usar fundação direta (ou rasa), que é mais simples e barata. Em geral, é feita com tijolos maciços ou concreto armado (mistura de cimento, areia e pedra, que reveste armações feitas com barras de aço).

O concreto certo

Muitas fundações usam concreto armado (mistura de cimento, areia e pedra com armações de barras de aço).  Você pode escolher se este concreto vai ser feito (ou “virado”) na obra por seus pedreiros ou comprado no caminhão betoneira.

O truque é que a resistência do concreto varia dependendo do jeito como ele é preparado (quanta areia, água, pedra e cimento foram colocados). Com o concreto feito na hora, você não tem muito controle se a mistura que ele fez está resistente e aí você vai precisar confiar no seu pedreiro. Comprar concreto pronto em caminhão pode ser um pouco mais caro, mas garante as especificações necessárias e poupa tempo na obra. Muita gente pensa que caminhão de concreto é só para obras grandes, mas não é assim – uma fundação rasa para casa de 100m² consome 1 caminhão facilmente. E hoje você nem precisa comprar o caminhão inteiro, pode ser apenas 1/4 da carga.

Proteger da umidade

Qualquer que seja a fundação,  é preciso fazer a impermeabilização para evitar que a umidade “suba” pelas paredes de sua casa. A fundação fica enterrada no solo em contato direto com a umidade e se as paredes estiverem apoiadas direto nas fundações, sem nenhuma barreira contra a umidade, você terá problemas como mofo, o revestimento da parede vai soltar, etc.. (veja o guia impermeabilização). Existem vários jeitos, mas o mais fácil é acrescentar um aditivo direito no concreto.

Veja a parte “Você Na Obra” deste guia para saber quando e para o quê olhar na sua obra de fundação.

Erro:
Achar que não precisa fazer uma fundação quando terreno é plano ou quando se amplia a casa com mais cômodos.
Comentário do Expert:
É sempre necessário fazer uma fundação, mesmo que seja simples e leve (a tal “fundação rasa”). Também é preciso fazer mais fundação se você quiser ampliar cômodos, ocupando mais área do terreno, mesmo que já exista fundação pra casa que já está construída.

Erro:
Fazer uma fundação igual à do vizinho ou de um amigo, sem avaliar as particularidades do seu terreno e do seu projeto.
Comentário do Expert:
O que serviu para seu amigo não é necessariamente correto para você. Mesmo que a casa do vizinho seja perto, o solo do seu terreno pode ser diferente e a sua casa pode ter tamanho e altura diferentes. Muda tudo.

Erro:
Não avaliar o tipo do solo em baixo da futura casa ou fazer uma fundação mais simples e barata, inadequada para solos instáveis.
Comentário do Expert:
Se o solo embaixo da casa tiver camadas instáveis (como água, areia, solo mole) e você fizer uma fundação rasa, a movimentação do solo é suficiente para estragar a casa inteira. Para se proteger disso, deveria ser usada uma fundação mais profunda. Em geral, o custo adicional disso não é muito grande, mas o prejuízo por fazer errado pode ser gigante.

Erro:
Não impermeabilizar a fundação antes de subir parede.
Comentário do Expert:
Mesmo que a casa esteja numa região quente e seca, sempre há umidade subindo do solo. Impermeabilizar durante a obra é mais fácil do que ter que resolver problema depois – e não é caro.

Erro:
Fazer uma fundação leve se no futuro você pretende ampliar a casa pra cima, fazendo um segundo ou terceiro andar.
Comentário do Expert:
Ao fazer uma fundação é preciso considerar bem o tamanho que a casa pode ter no futuro, já pensando nas possíveis ampliações com andares novos. Se você sabe que em alguns anos vai querer transformar sua casa num sobrado ou construir um andar a mais pro seu filho, por exemplo, o alicerce que vai ser feito agora já precisa considerar o peso que ele poderá aguentar no futuro, quando a casa subir mais um andar. A diferença no custo agora seria muito pequena, mas consertar  ou reforçar a estrutura no futuro será difícil e caro.

Erro:
Construir em cima do barranco, sem tomar providências adicionais
Comentário do Expert:
Casas em terrenos acidentados tem maior risco de deslizamento. Por isso, preste atenção em como a água provavelmente vai descer o morro quando casa estiver construída. Você também pode fazer casa “suspensa”, construindo sobre pilotis. Neste caso, a casa não impede o trajeto da água e  ela desce o morro pelo mesmo trecho do terreno. Outra opção é  construir uma parede para conter a terra (o tal muro de arrimo) e, neste caso, é preciso planejar bem a drenagem de água.

fundação - material

O seu objetivo é escolher o material certo, sem precisar fazer gastos extras. Use a lista dos materiais para confirmar se tudo já foi comprado ou orçado. Se o pessoal de obra solicitou ou comprou uma lista bem maior ou menor, fique atento e confirme se não há erro. Verificar a lista de materiais com antecedência faz com que você não precise sair correndo pra resolver, enquanto a obra atrasa.

Esses materiais você vai precisar para fazer a fundação:

  • Concreto (areia, pedra, cimento) pronto em caminhão ou misturado em obra
  • Armadura de barras de aço (ferros, estribos) de diferentes medidas
  • Tijolos maciços (no caso da fundação de tijolos)
  • Material de impermeabilização
  • Tábuas, pregos  e linha para marcação e moldura da futura fundação

 

SUA ESCOLHA
MAIOR GASTO
DETALHE IMPORTANTE

Quem vai cuidar da sua obra de fundação é o pedreiro. Não deixe de entrevistá-lo ou entrevistar o empreiteiro responsável antes de contratar e iniciar a obra.

Além da entrevista, combine antes de começar como deve ser a entrega final para você aceitar o trabalho e qual será a sua participação nos momentos críticos da obra. Sempre que possível exija garantia!

A entrevista não é uma prova para testar o profissional; é mais uma conversa pra ver se vocês se entendem pra fazer sua reforma juntos. Se não houver entendimento antes, imagina o que vai acontecer durante a obra?!

O QUE PERGUNTAR
DESCONFIAR E EVITAR DE CONTRATAR SE...
COMBINADO PRÉVIO ANTES DE COMEÇAR

A obra de fundação inclui os seguintes etapas: 1) avaliação do solo e definição do tipo e profundidade da fundação, 2) marcação da casa, 3) abertura de buracos (escavação), 4) montagem da própria estrutura de fundação e 5) secagem (cura) e impermeabilização. A partir do ultimo momento a fundação esta pronta e o pedreiro pode começar subir as paredes da casa.

O seu objetivo para controlar bem a obra é aparecer nos momentos críticos de cada etapa e olhar para os elementos que indicam se o trabalho é feito com qualidade e conforme o combinado. Os erros e desvios podem aparecer, mas se forem reconhecidos logo, ainda dará tempo para corrigir e evitar pepinos mais pra frente.

Combine esses momentos e a sua participação com o pedreiro ou empreiteiro antes de começar a obra!

Momento 1. Combinar o serviço
Momento 2. Verificar a marcação e começar a escavação
Momento 3. Escavação, montagem de armadura e concretagem
Momento 4. Acabou a montagem da fundação
Momento 5. Final de obra
×

Login