Guias anti-pepinos

 
Guia

Água fria – MATERIAL

 

MATERIAL

 

MATERIAIS_AGUA_FRIA

O seu objetivo é escolher o material certo, sem gastos extras.

Use a lista dos materiais para confirmar se tudo já foi comprado ou orçado. Se o pessoal de obra solicitou ou comprou uma lista bem maior ou menor, fique atento e confirme se não há erro. Verificar a lista de materiais com antecedência faz com que você não precise sair correndo enquanto a obra se atrasa.

Esses materiais você vai precisar para colocar agua fria na sua casa:

  • Caixa d’água, com bóia e extravasor “ladrão”
  • Tubos e conexões
  • Adesivo, fita veda rosca
  • Registros de gaveta
  • Registros e válvulas de pressão
  • Ralos e grelhas
  • Torneiras, privadas, chuveiros, lavatórios
  • Sifão

 

SUA ESCOLHA

 

Tubos de qualidade. Primeira coisa que você vai precisar escolher são tubos e conexões. Ou, pelo menos, você deve saber qual marca será colocada pelo seu empreiteiro. Sempre compre tubos e conexões do mesmo fabricante, para evitar problemas com folgas e encaixes. Procure marcas que seguem os requisitos mínimos de qualidade e segurança da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), como Tigre ou Amanco, por exemplo. Os preços de canos não são altos e variam pouco entre as marcas, portanto a economia com produtos baratos pode ser pequena para um risco grande.

Torneiras, chuveiros, pias, lavatórios e privadas – você vai escolher segundo seu gosto e seu bolso (pois estes itens podem ser o maior gasto da obra).  Porém, é importante observar o seguinte na hora de escolher as louças e metais:

    • Pressão: é a distância entre o ponto de instalação do equipamento e a caixa de água na vertical (também chamada coluna de água). A maior parte de misturadores, chuveiros e torneiras é projetada para suportar diferentes tipos de pressão em colunas de dois metros (casas) até quarenta metros (apartamentos).  Informe-se sobre a pressão na sua casa e cheque com o especialista se sua escolha está certa.
    • Acabamento: a durabilidade de chuveiros, misturadores e duchas depende, em grande parte, da qualidade do acabamento da peça. Veja se os encaixes estão bem feitos e não se soltam com facilidade e  cuidado com metais com apliques ou de vidro, porque estragam mais rápido.
    • Garantia: verifique se o produto tem garantia e cheque a disponibilidade da assistência técnica, que pode ser necessária no futuro.

 

MAIOR GASTO

 

Com tantas opções, as torneiras, pias, chuveiros ou privadas podem representar o maior custo desta obra, e os preços variam muito. Saiba quando você paga por melhor qualidade e quando paga por melhor aparência, desenho e marca – e faça a melhor escolha para você.

Torneiras – Podem ser de metal com miolo em latão ou de plástico ABS, mais usado para torneiras elétricas. O acabamento externo mais comum é o cromado, bem resistente. Na hora de escolher verifique onde e como ela será instalada  – na parede ou na bancada da pia ou lavatório e cheque onde ficaria a saída de água em relação ao ralo da pia. A torneira sempre deve ser posicionada de tal forma que quando aberta o jato d’água caia próximo do ralo da pia, senão se vai molhar tudo.

Pias e lavatórios – As cubas para pia de cozinha mais usadas são as de metal e para lavatórios de banheiro as de louça, mas existem peças de diversos materiais e desenhos. Na hora de escolher verifique se a cuba ou lavatório tem  inclinação para o ralo para que a água não empoce.

Privadas –Prefira vasos sanitários com caixa de descarga acoplada  – elas gastam menos água por descarga e são mais simples em manutenção que os modelos com descarga na parede (válvula). Porém, atenção: elas precisam de mais espaço para instalação! Há diferença entre as marcas também em desenho, tamanhos, altura e material de acabamento.

Chuveiros Existem chuveiros elétricos, solares e a gás, veja qual dos três sua casa está preparada pra receber. Se o aquecimento for elétrico, mais comum,  os modelos tem vazão que variam de 4,5 litros a 18 litros por minuto, e controle de temperatura com regulagem gradual ou mudança do modo verão- inverno. A resistência pode ser de aço inox ou cobre que é mais durável e mais adequado para locais onde a água contenha algum componente corrosivo.

DETALHE IMPORTANTE

 

Tamanho de tubos dever variar! O diámetro de tubos pode variar  dependendo de para onde eles vão. Por exemplo, para uma torneira de cozinha o usual seria 25 ou 32 mm (1 ou 1 ¼ polegadas), para as privadas com descarga de válvula na parede seria 50mm (2 polegadas) e para privadas com caixa acoplada 15mm. O importante é que seu encanador avalie isso e peça  diâmetros variados – isso é um indicador que você não esta gastando extra com tubos mais grossos que o necessário e garantia de vazão suficiente nos pontos.

Cuidado com caixas d’água muito grandes (acima de 1000 litros). Se for necessário fazer reserva de muita água melhor colocar várias caixas menores até 500 litros. Isso evitará a concentração de carga (peso) na laje e evita que você tenha que fazer uma estrutura mais reforçada e mais cara. Usar caixas menores também reduz o risco de problemas relativos à impermeabilização do reservatório.

 

Guia Água fria

Relacionados a este guia

Água fria – ERROS COMUNS

por: Igor Karpachev

  • 0

Água fria – MATERIAL

por: Igor Karpachev

  • 0

Água fria – MÃO DE OBRA

por: Igor Karpachev

  • 0

Água fria – VOCÊ NA OBRA

por: Igor Karpachev

  • 0
×

Login